Vídeo: Mitos e Verdades Sobre o Canadá



Quando eu cheguei no Canadá, confesso que não sabia muita coisa sobre o país. Eu pesquisei muito antes de vir, mas na época não existiam tantos blogs como hoje, e a maioria das informações que eu achava eram bem genéricas provindas dos sites oficiais do país, ou sites tipo Wikipedia.

Enfim, não se passaram tantos anos assim, mas hoje em dia já existe muito mais informação, mas mesmo assim muita gente tem dúvidas gerais sobre o país e sobre Toronto. Pensando nisso fiz um vídeo novo sobre mitos e verdades respondendo as perguntas mais frequentes dos leitores.

Novas perguntas são sempre bem vindas, e podem virar tema de um próximo vídeo, portanto, se você gostar desse ou quiser saber mais, deixe nos comentários! :)

#VidaEmTO: Meus Programas Favoritos no Outono em Toronto

Uma das coisas que eu amo no Canadá são as estações bem definidas que nos fazem curtir muito o momento mas sempre também esperar ansiosamente pela próxima estações. Diferente do Brasil, por aqui temos primavera, verão, outono e inverno super bem definidos, e dá pra sentir tanto nas temperaturas quanto na paisagem essas mudanças.

O outono, por exemplo, vai de 22 de Setembro até 20 de Dezembro, e é a preparação pro inverno. Eu particularmente amo essa estação, apesar das temperaturas já começarem a cair nessa época. Acho super lindo quando as folhas começam a avermelhar e cair, e como ainda não está tão frio, passo muito tempo tirando fotos em parques e me despedindo das roupas leves.

Nesse post de 2014 eu listei 8 coisas pra se fazer no outono em Toronto, e apesar de ainda fazer alguns desses programas, já não curto todos eles mais. Passear no High Park, ou em qualquer outro parque e tirar fotos ainda são minha paixão, mas não curto mais ir no Wonderland, nem comer e beber as coisas com abóboras por exemplo. Ah, e o halloween cresce no meu conceito a cada ano! Já estou empolgada pra minha fantasia desse ano!

Nesse post do projeto #VidaEmTO vou listar outros dos meus programs favoritos no Outono em Toronto:

Road Trips: A melhor parte do outono com certeza são as paisagens, e fazer uma road trip nessa época do ano já vale só pelo visual do caminho. Além disso, o clima de outono é ótimo pra passeios, pois não está mais aquele calor insuportável do verão, nem o frio congelante do inverno. No outono dá pra sair com um casaquinho e aproveitar bastante!

Visitas em Wineries: Esse programa é ligado ao programa anterior, já que pra visitar as wineries é preciso sair de Toronto. Enfim, eu acho que um friozinho combina demais com vinhos e queijos, e juntar isso, com a paisagem dá uma combinação perfeita pra um fim de semana inesquecível. A dica é passear pelas wineries de Niagara Falls.

Vinhos e cervejas: Já falei acima sobre as wineries, mas se você assim como eu, não tem um carro, pode ficar pela cidade mesmo e curtir um vinho ou uma cerveja mais encorpada em um dos bares ou restaurantes de sua preferência. Ontário produz vinhos muito bons e com um preço bem em conta, é só ir na LCBO ou no Wine Rack pra ver todos eles por lá. E pra quem gosta de cervejas, essa é uma boa época para degustação de cervejas mais fortes e encorpadas, eu por exemplo adoro cervejas escuras, que por aqui chamamos de Stout.

Tomar chocolate quente: Ainda no quesito bebidas gostosas do outono, tenho que listar os chocolates quentes que com a queda na temperatura, começam a aparecer em todos os lugares. O meu preferido é o do Soma.

Passeio de patins/bicicleta: Chega de gordices que outono também é tempo de aproveitar ao ar livre e praticar esportes. Um passeio de patins ou bicicleta pelos parques da cidade ou pelas proximidades do lago trarão paisagens lindas, e o mehor é que os lugares não ficam tão cheios como no verão, ah, e também já não está calor, nem frio, e dá colocar um casaquinho e fazer longos passeios sem nenhum problema!

Piquenique no parque: Junte as paisagens bonitas com comida e você tem um piquenique perfeito! O parque que eu mais recomendo no outono é o High Park, por ser grande, cheio de árvores, e por isso fica super bonito com a mudança das cores. Eu prefrio esse parque por ser próximo da minha casa também, mas existem outros pela cidade que vale a pena a visita também.

E uma dica extra: Se você vai viajar de avião nessa época do ano, tente marcar seu vôo pra que você decole ou pouse durante o dia, pois a vista das árvores no outono é maravilhosa!

Esses foram os meus programas e passeios preferidos no outono. Gostou do post? Não deixe de ler o que as outras meninas do projeto tem a dizer:

Livi Souza: baianosnopolonorte.com

Carina Iani: outsidebrazil.com

Caroline Xavier: minhaneveecia.blogspot.ca

Gabriela Ghisi: gabynocanada.com

Mirella Matthiesen: www.mikix.com

Isa Santos: www.delineadogatinho.com.br



Cuba: Um Paraíso Bem Pertinho de Toronto

Uma das vantagens de morar em Toronto é a localização que permite da gente viajar pra vários lugares dentro e fora do Canadá mais facilmente do que em outras cidades. Como Toronto é a maior cidade do Canadá, a oferta de vôos é muito maior, e com isso, temos opções mais em conta.

Eu adoro fugir daqui no inverno, e por isso sempre tiro férias nos meses mais frios e vou pra um lugar quente. Minha última viagem foi pra Cuba, que fica há 4 horas de Toronto, num vôo direto.

Fechei a viagem no último minuto pra pegar um desconto melhor (last minute deals), e parti pra Cuba pra aproveitar o calorzinho e um visual lindo!

O site que usei pra fechar o pacote foi o FlightNetwork, que é o que normalmente tem os melhores preços, e fui pra uma cidade chamada Jibacoa. Dessa vez passei apenas quatro dias, mas foram o suficiente pra descansar um pouco e dar um trato no meu bronze que já estava desbotando.

O bom dos resorts de Cuba é que quase todos são all-inclusive, ou seja, bebidas e comidas a vontade, o dia todo, além disso, os pacotes são bem mais baratos do que pra outros países/cidades praianas aqui por perto.

Tivemos todos os dias de sol e calor, e a viagem foi ótima, os únicos pontos negativos que devo ressaltar é que a comida nos resorts não é grandes coisas, mas isso todo mundo já tinha me falado, e eu já fui preparada. Outro ponto negativo foi a praia escolhida, que tinha muitas pedras, o que dificultava a entrada no mar, e que infelizmente ninguém ressaltou esse ponto nas reviews. Eu não voltaria pra essa mesma praia, mas com certeza voltaria pra outras cidades como Cayo Coco ou Veradero, Cuba é uma ótima opção, e eu super recomendo!

Chega, de falar, o bom mesmo é mostrar as fotos!











Estatísticas de empregabilidade de recém graduados em Toronto

Conseguir um emprego logo que sai da universidade não é fácil nem no Brasil, nem no Canadá, mas em uma recente reportagem do Jornal Metro, foram listadas 5 estatísticas de emprego entre os recém graduados em Toronto e não parece tão ruim assim. Algumas dessas pesquisas foram conduzidas pelo Conselho das Universidades de Ontario e pelo site Workopolis:


Veja a reportagem em inglês aqui: http://goo.gl/1CfoOE

Essas estatísticas são para estudantes em geral, sendo ou não estudantes internacionais, e se aplica a primeira graduação.

Atualmente a maioria dos brasileiros que vem para o Canadá com o sonho de imigrar optam pela alternativa de estudar em um college, trabalhar e assim se qualificar para a imigração, e essas estatísticas dão uma idéia do que esperar por aqui.

Por mais que sejamos qualificados e com experiência no Brasil, chegando aqui, mesmo com um curso superior e uma pós graduação, ainda ficamos um pouco atrás dos canadenses. Seja por conta da língua, da experiência no país, das qualificações ou mesmo dos contatos no mercado.

E por isso, tenha em mente de que você pode demorar seis meses ou mais para conseguir um emprego na sua área, e este emprego provavelmente vai ser em um cargo mais baixo do que você tinha no Brasil. Eu costumo dizer que o prazo mínimo para conseguir o sonhado emprego é seis meses, esse foi o meu tempo, e é o da maioria das pessoas que eu conheço, também costumo sugerir que os estudantes venham com uma reserva de dinheiro suficiente pra se manter por esse tempo sem trabalhar, e lembre-se, você está começando uma nova vida, e isso inclui aluguel de casa, compra de móveis, busca por emprego e muito mais, e tudo isso custa dinheiro, esteja preparado!

Vídeo - DIY Letra 3D para Decoração

Vocês pediram e eu fiz mais um vídeo de DIY. Dessa vez ensino a fazer letras 3D para decoração. É tudo feio de papel e fita adesiva, e fica bem bonito pra decorar eventos e até mesmo deixar em casa.

Como vocês sabem, eu não sou muito prendada, e por isso só faço coisas facinhas de fazer. Nesse vídeo, fiz pela primeira vez as letras, demorou um pouco mais saiu do jeito que eu queria!

Depois das letra pronta, uma sugestão é pintá-las pra dar um ar ainda mais artístico. Então vou parar de enrolação e deixar você clicar no play e assistir ao vídeo!

Qualquer dúvida é so deixar nos comentários aqui ou no youtube! Espero que gostem.


https://youtu.be/RJ7nJXLqdaQ

#VidaEmTO: Costumes Canadenses que Adquiri



Dia 15 é dia de post do projeto Vida Em TO! Nesse post vou contar alguns costumes canadenses que eu adquiri.

Quando comecei a pensar no que escrever sobre esse tema, não veio nada na minha cabeça, e aí comecei a analisar tudo o que eu fazia durante o dia e pensar: Eu fazia isso antes de vir pra cá? E foi assim que eu consegui a minha lista de cinco costumes canadenses que viraram parte do meu dia-a-dia:

1 - Tomar café e chá:

Antes de vir pro Canadá, eu não tinha o costume de tomar café. Não gostava do gosto e não sentia falta nenhuma. Comecei esse hábito no inverno pra me esquentar mesmo, já que não tem nada melhor do que uma bebida quentinha no frio, e foi assim que comecei também a tomar chá. Ah, mas isso não é um costume canadense, no Brasil muita gente toma café também! Sim, tomamos café no Brasil, mas de uma maneira diferente. Por aqui, o café é bem mais fraco, em maior quantidade, e a qualquer hora do dia, já no Brasil temos o costume de tomar o cafezinho de manhã e depois do almoço. Por aqui, é super comum as pessoas carregarem um copo grande de café do Tim Hortons, ou mesmo uma garrafinha térmica. Eu me viciei tanto neste costume que já tenho a minha própria garrafinha, que cabe quase meio litro de café e mantém tudo quentinho por mais tempo. Ah, e não se engane pensando que no verão não tomamos café por aqui, tomamos sim, mas é café gelado!














2 - Andar de bicicleta no verão

Nosso verão canadense não é muito longo, e é extremamente quente. Nesse período, fazemos de tudo pra ficar o máximo de tempo possível do lado de fora, e isso inclui o tempo gasto no transporte público. Toronto tem muitas ciclovias e é relativamente seguro pra pedalar, e a maioria dos canadenses que moram próximos do trabalho optam pela bike. Esse ano eu adquiri esse costume canadense, e estou gostando bastante. É um método rápido de transporte, e de quebra eu ainda faço exercício e economizo o dinheiro do metropass.

3 - Chamar o lago de praia

Basta olhar no mapa do Canadá a localização de Ontário pra ver que não temos praia nessa província, mas temos muitos lagos, e é lá que vamos no verão. Pra quem está chegando, principalmente vindo do Brasil onde temos lindas praias, é inadmissível chamar um lago de praia, mas depois de um tempo por aqui, o lago até passa a ser uma praia bem boa.



4 - Faça tudo você mesmo

Serviços no Canadá são bem caros, e em pouco tempo aprendemos que não dá pra ficar pagando uma pessoa pra fazer as coisas pra gente. Serviços como o de diaristas, manicures, babás, marceneiros e outros são luxos que não podemos pagar a toda hora como no Brasil. Aqui aprendemos que temos que limpar nossa própria casa, lavar nossas próprias roupas, fazer nossas próprias unhas, montar nossos próprios móveis da IKEA, e se alguma coisa quebra, fica mais barato comprar um novo, na maioria das vezes, do que mandar consertar. Esse aspecto do Canadá, me fez colocar os pés no chão, e dar muito mais valor ao trabalho das pessoas, afinal, fazer uma faxina não é um serviço leve, e fazer as unhas então? Trabalho quase impossível pra mim que pareço ter duas mãos esquerdas.

5 - Levar comida pro trabalho/escola

Desde que cheguei aqui, adquiri o hábito de levar um lanche pra escola, e fazia isso por dois motivos, economizar dinheiro, e não perder meu horário de almoço inteiro em uma fila de restaurante. Por aqui não temos os nossos variados restaurantes self-services, temos vários restaurantes a la carte, mas se comermos fora todos os dias, além de ficar super caro, acaba também enjoando. Do diretor da empresa ao funcionário mais simples, todos levam comida e não é nenhuma vergonha.

6 - Tirar os sapatos em casa

Uma das primeiras coisas que todo mundo estranha ao chegar no Canadá é o hábito de tirar o calçado ao entrar nas casas. E não é só na sua própria casa, mas na casa de todo mundo. Por exemplo, se você vai num jantar na casa de um amigo canadense, ele provavelmente vai te pedir pra tirar os sapatos quando entrar, isso também acontece em festas em casa. Pra festas eu confesso que acho estranho, imagina, todo mundo descalço/de meias na festa? Parte desse costume eu já tinha lá no Brasil, o de tirar os sapatos ao entrar na minha casa, mas depois de morar aqui por um tempo, eu já peço as pessoas pra tirar os sapatos na minha casa também. Não é em todas as ocasiões, numa festa por exemplo as pessoas ficam calçadas, mas se for uma ocasião mais informal com alguns amigos, eu peço pra eles tiraram os sapatos sim. Tudo isso mantém a casa mais limpa e dá menos trabalho pra mim depois, e por isso eu aderi de braços abertos.

7 - Pedir desculpas pra tudo

Se você já leu um pouquinho sobre o Canadá ou já passou um tempo por aqui, sabe que os canadenses tem o hábito de falar “sorry” pra tudo. Se alguém esbarra neles, eles dizem sorry, se eles vão pedir algo, pedem desculpa antes, se estão parados atrapalhando a passagem, quem pede desculpas é quem não consegue passar, e por aí vai. O costume virou mais hábito do que realmente um pedido de desculpas e é tão normal, que eu adquiri esse hábito bem nos primeiros meses por aqui sem nem perceber. Hoje em dia, essa é uma das palavras que mais uso durante os meus dias.

Esses foram os sete costumes que consegui identificar, mas tenho certeza que tenho muitos outros que nem percebo.

Gostou desse post? Veja os costumes que as outras meninas do projeto adquiriram:

Livi Souza: baianosnopolonorte.com

Carina Iani: outsidebrazil.com

Caroline Xavier: minhaneveecia.blogspot.ca

Gabriela Ghisi: gabynocanada.com

Mirella Matthiesen: www.mikix.com

Isa Santos: www.delineadogatinho.com.br

Receita Caseira de Iced Capp do Tim Hortons

O Tim Hortons é o café mais popular do Canadá, e tem várias delicinhas que me fazem passar por uma das muitas lojas todos os dias. Nesse vídeo, vou ensinar a fazer o delicioso Iced Capp que é um café gelado cremoso, no estilo raspadinha de sorvete!

A receita é bem fácil, é só colocar todos os ingredientes no liquidificador e bater bem até triturar todo o gelo.

Ingredientes:

  • Café pronto (30ml) ou 2 colheres de café solúvel (dissolvido em 30ml de água)
  • Xarope de café (30ml) (ou duas colheres de chocolate em pó)
  • Gelo (8 cubos)
  • Leite 35% (60ml) ou creme de leite
Assista o vídeo do passo a passo e não deixe de ver o erro de bastidores, pra que não aconteça o mesmo com você.



Vídeo: Toronto No Verão

Infelizmente o verão no Canadá não é muito longo, dura mais ou menos de Junho até Setembro, mas nesses meses é bem quente e a cidade muda completamente. Pra falar desse tema, ao invés de escrever, resolvi fazer um vídeo pra mostrar um pouquinho como é o verão por aqui.

Como já dizia a minha vó, uma imagem vale mais que mil palavras não é mesmo? Então assista o vídeo que eu fiz em algumas horinhas de passeio pela cidade, e veja que Toronto não é frio o ano inteiro e tem várias paisagens lindas!