Vídeo - DIY Letra 3D para Decoração

Vocês pediram e eu fiz mais um vídeo de DIY. Dessa vez ensino a fazer letras 3D para decoração. É tudo feio de papel e fita adesiva, e fica bem bonito pra decorar eventos e até mesmo deixar em casa.

Como vocês sabem, eu não sou muito prendada, e por isso só faço coisas facinhas de fazer. Nesse vídeo, fiz pela primeira vez as letras, demorou um pouco mais saiu do jeito que eu queria!

Depois das letra pronta, uma sugestão é pintá-las pra dar um ar ainda mais artístico. Então vou parar de enrolação e deixar você clicar no play e assistir ao vídeo!

Qualquer dúvida é so deixar nos comentários aqui ou no youtube! Espero que gostem.


https://youtu.be/RJ7nJXLqdaQ

#VidaEmTO: Costumes Canadenses que Adquiri



Dia 15 é dia de post do projeto Vida Em TO! Nesse post vou contar alguns costumes canadenses que eu adquiri.

Quando comecei a pensar no que escrever sobre esse tema, não veio nada na minha cabeça, e aí comecei a analisar tudo o que eu fazia durante o dia e pensar: Eu fazia isso antes de vir pra cá? E foi assim que eu consegui a minha lista de cinco costumes canadenses que viraram parte do meu dia-a-dia:

1 - Tomar café e chá:

Antes de vir pro Canadá, eu não tinha o costume de tomar café. Não gostava do gosto e não sentia falta nenhuma. Comecei esse hábito no inverno pra me esquentar mesmo, já que não tem nada melhor do que uma bebida quentinha no frio, e foi assim que comecei também a tomar chá. Ah, mas isso não é um costume canadense, no Brasil muita gente toma café também! Sim, tomamos café no Brasil, mas de uma maneira diferente. Por aqui, o café é bem mais fraco, em maior quantidade, e a qualquer hora do dia, já no Brasil temos o costume de tomar o cafezinho de manhã e depois do almoço. Por aqui, é super comum as pessoas carregarem um copo grande de café do Tim Hortons, ou mesmo uma garrafinha térmica. Eu me viciei tanto neste costume que já tenho a minha própria garrafinha, que cabe quase meio litro de café e mantém tudo quentinho por mais tempo. Ah, e não se engane pensando que no verão não tomamos café por aqui, tomamos sim, mas é café gelado!














2 - Andar de bicicleta no verão

Nosso verão canadense não é muito longo, e é extremamente quente. Nesse período, fazemos de tudo pra ficar o máximo de tempo possível do lado de fora, e isso inclui o tempo gasto no transporte público. Toronto tem muitas ciclovias e é relativamente seguro pra pedalar, e a maioria dos canadenses que moram próximos do trabalho optam pela bike. Esse ano eu adquiri esse costume canadense, e estou gostando bastante. É um método rápido de transporte, e de quebra eu ainda faço exercício e economizo o dinheiro do metropass.

3 - Chamar o lago de praia

Basta olhar no mapa do Canadá a localização de Ontário pra ver que não temos praia nessa província, mas temos muitos lagos, e é lá que vamos no verão. Pra quem está chegando, principalmente vindo do Brasil onde temos lindas praias, é inadmissível chamar um lago de praia, mas depois de um tempo por aqui, o lago até passa a ser uma praia bem boa.



4 - Faça tudo você mesmo

Serviços no Canadá são bem caros, e em pouco tempo aprendemos que não dá pra ficar pagando uma pessoa pra fazer as coisas pra gente. Serviços como o de diaristas, manicures, babás, marceneiros e outros são luxos que não podemos pagar a toda hora como no Brasil. Aqui aprendemos que temos que limpar nossa própria casa, lavar nossas próprias roupas, fazer nossas próprias unhas, montar nossos próprios móveis da IKEA, e se alguma coisa quebra, fica mais barato comprar um novo, na maioria das vezes, do que mandar consertar. Esse aspecto do Canadá, me fez colocar os pés no chão, e dar muito mais valor ao trabalho das pessoas, afinal, fazer uma faxina não é um serviço leve, e fazer as unhas então? Trabalho quase impossível pra mim que pareço ter duas mãos esquerdas.

5 - Levar comida pro trabalho/escola

Desde que cheguei aqui, adquiri o hábito de levar um lanche pra escola, e fazia isso por dois motivos, economizar dinheiro, e não perder meu horário de almoço inteiro em uma fila de restaurante. Por aqui não temos os nossos variados restaurantes self-services, temos vários restaurantes a la carte, mas se comermos fora todos os dias, além de ficar super caro, acaba também enjoando. Do diretor da empresa ao funcionário mais simples, todos levam comida e não é nenhuma vergonha.

6 - Tirar os sapatos em casa

Uma das primeiras coisas que todo mundo estranha ao chegar no Canadá é o hábito de tirar o calçado ao entrar nas casas. E não é só na sua própria casa, mas na casa de todo mundo. Por exemplo, se você vai num jantar na casa de um amigo canadense, ele provavelmente vai te pedir pra tirar os sapatos quando entrar, isso também acontece em festas em casa. Pra festas eu confesso que acho estranho, imagina, todo mundo descalço/de meias na festa? Parte desse costume eu já tinha lá no Brasil, o de tirar os sapatos ao entrar na minha casa, mas depois de morar aqui por um tempo, eu já peço as pessoas pra tirar os sapatos na minha casa também. Não é em todas as ocasiões, numa festa por exemplo as pessoas ficam calçadas, mas se for uma ocasião mais informal com alguns amigos, eu peço pra eles tiraram os sapatos sim. Tudo isso mantém a casa mais limpa e dá menos trabalho pra mim depois, e por isso eu aderi de braços abertos.

7 - Pedir desculpas pra tudo

Se você já leu um pouquinho sobre o Canadá ou já passou um tempo por aqui, sabe que os canadenses tem o hábito de falar “sorry” pra tudo. Se alguém esbarra neles, eles dizem sorry, se eles vão pedir algo, pedem desculpa antes, se estão parados atrapalhando a passagem, quem pede desculpas é quem não consegue passar, e por aí vai. O costume virou mais hábito do que realmente um pedido de desculpas e é tão normal, que eu adquiri esse hábito bem nos primeiros meses por aqui sem nem perceber. Hoje em dia, essa é uma das palavras que mais uso durante os meus dias.

Esses foram os sete costumes que consegui identificar, mas tenho certeza que tenho muitos outros que nem percebo.

Gostou desse post? Veja os costumes que as outras meninas do projeto adquiriram:

Livi Souza: baianosnopolonorte.com

Carina Iani: outsidebrazil.com

Caroline Xavier: minhaneveecia.blogspot.ca

Gabriela Ghisi: gabynocanada.com

Mirella Matthiesen: www.mikix.com

Isa Santos: www.delineadogatinho.com.br

Receita Caseira de Iced Capp do Tim Hortons

O Tim Hortons é o café mais popular do Canadá, e tem várias delicinhas que me fazem passar por uma das muitas lojas todos os dias. Nesse vídeo, vou ensinar a fazer o delicioso Iced Capp que é um café gelado cremoso, no estilo raspadinha de sorvete!

A receita é bem fácil, é só colocar todos os ingredientes no liquidificador e bater bem até triturar todo o gelo.

Ingredientes:

  • Café pronto (30ml) ou 2 colheres de café solúvel (dissolvido em 30ml de água)
  • Xarope de café (30ml) (ou duas colheres de chocolate em pó)
  • Gelo (8 cubos)
  • Leite 35% (60ml) ou creme de leite
Assista o vídeo do passo a passo e não deixe de ver o erro de bastidores, pra que não aconteça o mesmo com você.



Vídeo: Toronto No Verão

Infelizmente o verão no Canadá não é muito longo, dura mais ou menos de Junho até Setembro, mas nesses meses é bem quente e a cidade muda completamente. Pra falar desse tema, ao invés de escrever, resolvi fazer um vídeo pra mostrar um pouquinho como é o verão por aqui.

Como já dizia a minha vó, uma imagem vale mais que mil palavras não é mesmo? Então assista o vídeo que eu fiz em algumas horinhas de passeio pela cidade, e veja que Toronto não é frio o ano inteiro e tem várias paisagens lindas!




Gorjeta: Quando e Quando Devo Deixar?


Em 2014 escrevi um post sobre boas maneiras no Canadá onde incluí várias dicas de hábitos da cultura daqui que devem ser seguidos para não fazer feio.

Obviamente nada do que está nessa lista é algo obrigatório, mas são dicas pra você não passar por mal educado. Um dos pontos dessa lista é a gorjeta e esse é um ponto que vejo muitos brasileiros errando por aqui.

A gorjeta chamadas aqui de gratuites ou tips, são parte da cultura canadense em qualquer estabelecimento que oferece serviços. Restaurantes, Salões de Beleza, Bares, Boates e taxi são alguns deles. Dar gorjeta é uma escolha sua, não é obrigatório, mas se você recebeu um bom serviço, é de bom tom deixar tip.

Para restaurantes o normal é deixar de 15 a 20% de tip. Esse valor é calculado antes dos impostos. Se você gostou muito do serviço, deixe mais de 20%, e de 5 a 10% se não gostou muito. Para serviços muito ruins, aí tudo bem, não deixe nada, e faça uma reclamação com o gerente do estabelecimento. Apenas não deixar gorjeta não vai fazer com que o serviço melhore, mas falar com o gerente pode fazer toda a diferença.

Ainda em restaurantes, é comum adicionarem automaticamente 18% de gratuity para grupos maiores que 6 pessoas. Quando o valor é adicionado, fica discriminado na conta, e é bom sempre prestar atenção na conta pra não dar gorjeta dobrada. Eu mesma já dei tip dobrada várias vezes por não prestar atenção na conta.

Para boates ou bares que você mesmo pega a sua bebida também é comum deixar um trocado. Por exemplo, se você compra uma bebida que custa $8, a tip seria de $1,20. Você não precisa deixar o valor exato, pode deixar menos dessa vez, mais na próxima, o importante é sempre deixar algo. E lembre-se que em lugares assim, bartenders podem ficar irritados que você não deixou tip e simplesmente te “esquecer”. Se você quer um bom serviço, dê tip!

O salário de servers por hora é mais baixo do que o salário por hora de outras profissões, e essas pessoas contam com as gorjetas para complementar o salário. Além disso, eles trabalham duro pra te servir bem, e ao invés de estarem se divertindo como você, eles estão trabalhando pra que você se divirta. Então, se você quer ser bem atendido, dê tips e não venha com mimimi de que essas pessoas não estão fazendo mais do que a obrigação de te servir bem.

Picture by Al