Como ir para o Canadá como Intercambista

No meu primeiro post eu contei como foi minha decisão de fazer um intercâmbio no Canadá, não me pergunte porque eu escolhi esse país, pois essa pergunta nem eu sei responder ao certo. Lembro que decidi que faria um intercâmbio, e o primeiro lugar que veio a minha cabeça foi Austrália – acho que ainda tinha na cabeça a idéia de virar surfista – e não, nunca surfei na vida, mas não sei como tudo mudou e vim parar no frio do Canadá.

Depois de perceber que estudar inglês é muito necessário, o primeiro passo para fazer um intercâmbio é pesquisar sobre tudo na internet mesmo. Leia blogs de quem está fora, leia sobre países e cidades, pergunte aos amigos indicação de agências de turismo, e vá conversar e pegar orçamentos. Eu pedi orçamento por e-mail para todas as agências de intercâmbio de BH, e com todas as informações na mão escolhi três que eu visitaria, dessas três escolhi a que mais se adequava as minhas necessidades, com em um preço mais acessível, e claro, que me passou mais confiança.

Agência escolhida, fui pra casa com uma pilha de coisas pra ler, e enfim decidir qual país, cidade, escola. Como disse, não teve uma razão específica para o país, mas acho que foi o fato do multiculturalismo, das pessoas serem mais acolhedoras e do clima completamente diferente que pesou na minha decisão. A cidade foi o mais difícil, estava entre Toronto e Vancouver,  e a comparação usada pelas agências de turismo era de que Toronto é igual São Paulo, Vancouver é igual Rio, Toronto tem mais oportunidades, Vancouver é mais bonito e com clima mais agradável, Vancouver chove muito, Toronto tem mais coisas pra fazer, enfim, li tudo o que eu podia sobre as duas cidades, perguntei pra várias pessoas que já tinham visitado, e tomei minha decisão, Toronto vai ser.

Quase tudo pronto então, só faltava a escola. Eu queria o programa de internship, que é a metade do tempo estudando, e a outra metade trabalhando, e apenas uma escola tinha todos os requisitos que eu queria. Pronto, escola também escolhida, foi só ajeitar a documentação e esperar os longos meses até finalmente viajar.

Pra escolher a escola, aconselho também entrar nos grupos de brasileiros no exterior nas redes sociais e perguntar sobre a escola, e ler blogs, pra ouvir de pessoas reais relatos de como é a escola. Vejo muita gente pesquisando apenas pelo preço mais barato, o que nem sempre é a melhor idéia, já que algumas escolas baratas são de baixa qualidade.

Dica: No Brasil, a maioria das agências indicam as mesmas escolas, que são as maiores e mais conceituadas. Eu não me arrependi da minha escolha, aprendi muito, fiz amigos, foi ótimo, mas escolas maiores tem mais brasileiros, e se você não quer contato com brasileiros não vai ficar muito satisfeito, principalmente se vier em Dezembro, Janeiro, Junho ou Julho, que são os meses de férias no Brasil, sua sala vai ter vários deles, mas a dica é tentar evita-los pra aprender mais. Não seja rude, claro que é ótimo ter amigos brasileiros, eles te ajudarão muito, mas tente sempre estar com amigos de outras nacionalidades no mesmo grupo, isso vai te forçar a falar inglês, e essas conversas depois da aula vão te fazer aprender muito mais do que a aula em si.

O ponto positivo das escolas maiores é que eles tem mais atividades extra curriculares, todos os dias oferecem um passeio ou alguma coisa, o que é ótimo pra conhecer a cidade e fazer amigos.

Agência: IE Intercâmbio no Exterior
Escola: ILAC

18 Comment

  1. Mari Cimini says:

    Oi bernardo, tudo bem? Se seu inglês ainda é básico eu recomendo qualquer escola com general English que é o mais abrangente. Acho que focar em uma área como inglês pra negócios sem ter o domino bom da língua não vale a pena pois você vai acabar perdendo no vocabulário ( vai aprender inglês técnico mas deixará de aprender vocabulário básico do dia a dia).

  2. Bernardo Rios says:

    Olá Mariana, tudo bem?
    Pesquisando na internet vi seu blog e gostei bastante com conteúdos simples e vídeos de curta duração, sintetizando bastante o conteúdo. Parabéns!!!
    Pretendo fazer um intercâmbio para o Canadá no meio do ano, entre julho e agosto, mas não tenho um inglês muito apurado, somente coisas básicas. Estou num curso que estudamos textos com áudios e estou vendo a possibilidade de fazer algumas aulas com um americano.
    O que indicarias de escolas de inglês e qual modalidade de ensino seria a mais adequada?
    Desde já, agradeço.

  3. Mariana Cimini says:

    Eu sei que a ILAC oferece um curso profissionalizante que dá direito a trabalhar também, mas para outras escolas, procure uma agência de intercâmbio que eles podem te ajudar melhor.

  4. Mariana Cimini says:

    Eu sei que a ILAC oferece um curso profissionalizante que dá direito a trabalhar também, mas para outras escolas, procure uma agência de intercâmbio que eles podem te ajudar melhor.

  5. Anônimo says:

    oI.. BOM DIA.. PODES ME PASSAR O SITE DAS ESCOLAS QUE PERMTEM TRABALHO E ESTUDO?

  6. Anônimo says:

    oI.. BOM DIA.. PODES ME PASSAR O SITE DAS ESCOLAS QUE PERMTEM TRABALHO E ESTUDO?

  7. Mariana Cimini says:

    Obrigada pelo carinho e volte sempre pra mais novidades!

  8. Mariana Cimini says:

    Obrigada pelo carinho e volte sempre pra mais novidades!

  9. Anônimo says:

    Muito legal seu site, Mariana! Continue postando as novidades que eu passarei a acompanhar aqui do Brasil e futuramente do Canadá! Rs

  10. Anônimo says:

    Muito legal seu site, Mariana! Continue postando as novidades que eu passarei a acompanhar aqui do Brasil e futuramente do Canadá! Rs

  11. Mariana Cimini says:

    Oi. Eu não tenho conhecimento do salário dos EUA. Eu falo um pouco sobre salários neste post httpsss://www.vireicanadense.com/2013/04/empregos.html

  12. Mariana Cimini says:

    Oi. Eu não tenho conhecimento do salário dos EUA. Eu falo um pouco sobre salários neste post httpsss://www.vireicanadense.com/2013/04/empregos.html

  13. Anônimo says:

    Oi, bom dia estou planejando morar e trabalhar no canadá, o salário é compatível como dos EUA?
    Abraço.

  14. Anônimo says:

    Oi, bom dia estou planejando morar e trabalhar no canadá, o salário é compatível como dos EUA?
    Abraço.

  15. Mari Cimini says:

    Obrigada Spadina! Você viu que tem você na foto ali em cima né?!
    É verdade, era estranho ouvir você com aquele sotaque paulista puxando o RRRR! Continue lendo o blog e divulgue pra todo mundo que venha/ja veio pro Canadá! 🙂

  16. Mari Cimini says:

    Obrigada Spadina! Você viu que tem você na foto ali em cima né?!
    É verdade, era estranho ouvir você com aquele sotaque paulista puxando o RRRR! Continue lendo o blog e divulgue pra todo mundo que venha/ja veio pro Canadá! 🙂

  17. Anônimo says:

    Muito show seu blog Spadina!…continuarei a ler ele. Apesar de brasileiro, lembro que não falavamos em português…rs….e qd trocamos umas palavras…percebi que tinha sotaque de mineira…depois de semanas..hahaha….. Ass. Lincoln

  18. Anônimo says:

    Muito show seu blog Spadina!…continuarei a ler ele. Apesar de brasileiro, lembro que não falavamos em português…rs….e qd trocamos umas palavras…percebi que tinha sotaque de mineira…depois de semanas..hahaha….. Ass. Lincoln

Deixe uma mensagem