Meu perfil no Express Entry

express-entry

perfil express entry

Com as mudanças do sistema de imigração canadense, todo mundo está louco de ansiedade pra saber como conseguir um lugar ao sol nessas terras geladas. Quando fui chamada pra esse programa, muita gente me perguntou qual era o meu perfil e esse post é pra falar um pouco sobre o meu perfil no express entry.

Lembrando que cada experiência conta pontos e como cada pessoa é diferente, é difícil saber se tem chance sem calcular os seus próprios pontos e analisar as possibilidades. O ideal é usar o site oficial da imigração para calcular, ou contratar uma assessoria de imigração.

O total de pontos que você pode conseguir é 1200, sendo 600 designados apenas aos candidatos com uma oferta de emprego ou com uma nomeação de uma província, para os outros meros mortais, como eu, o máximo de pontos que pode-se atingir são 600, vamos ao meu perfil perfil então:

Meu Perfil:

  • 27 anos
  • Um ano de experiência no Brasil dentro do NOC 1123 (publicidade)
  • Um ano de experiência no NOC 1123 no Canadá
  • Graduação de 4 anos no Brasil
  • Pós graduação de um ano no Canadá
  • Moro no Canadá há 4 anos
  • Nota no IELTS: Overall 7.5
  • Aplicante única

A minha pontuação foi 465 e recebi o convite no sexto draw (17 de Abril) e foi distribuída assim:

Timeline:

Foram 167 dias de espera entre o dia que recebi o ITA (invitation to apply) até receber o e-mail com o PPR (Passport Request) e minha timeline foi a seguinte:

Para você que já recebeu o ITA, alguns links são interessantes pra acompanhar o processo como o MyCIC, ECAS (sites oficiais da imigração onde você pode checar seu status no processo) e o Fórum do Canada Visa, que tem pessoas do mundo inteiro, e muita gente na mesma situação que você, e através dele dá pra acompanhar se seu processo está andando no mesmo passo que os outros. Eu confesso que sou um pouco psicopata se tratando de aplicações pra imigração, e olhava esses sites todos os dias durante esses 167 dias!

Espero ter ajudado e dado mais esperança pra quem pretende se candidatar! E quem já recebeu o ITA, por favor compartilhe a timeline e perfil, para os que ainda não aplicaram saibam melhor quais são as chances!

Veja aqui mais informações sobre o programa, equivalência de diplomas e como se preparar pro IELTS.


Atualização: A pontuação foi atualizada pelo CIC e agora aplicantes pontuam de maneira um pouco diferente de quando eu fiz o meu processo.

114 Comment

  1. Mari Cimini says:

    Oi, se a média está 430 qualquer nota que você tirar acima disso você será chamada sim!

  2. Rafaela says:

    Olá, Mari! Tudo bem? Estou muito empolgada com seu blog. Não sei nem se você ainda posta por aqui, mas as informações , mesmo essas de 2015, estão me sendo muito úteis. Eu gostaria de saber se ficar entre 440 e 470 ainda é uma boa pontuação. Vi que a nota de corte para o mês passado (setembro/2017) é 433. Isso quer dizer que se eu tirar mais que 430 as chances são grandes? Ou quer dizer que o nível aumentou muito e agora só consegue quem tem perto de 600 (meros mortais kkkkk) ou 1200 (quem tem oferta de emprego e/ou PN)? Obrigada! Se você ainda estiver escrevendo por aqui, espero poder ainda fazer mil perguntas hehehe OBRIGADA!

  3. Mari Cimini says:

    Hahahha adorei! Abraço!

  4. Leonardo Serpa de Lima says:

    Estou adorando! Seu blog.já apelidei de “direto ao que interessa”. Muito obrigado. Até breve.

  5. Mari Cimini says:

    Oi Renato, tudo bem? A comprovação de trabalho é feita através de uma carta do empregador. Nessa carta deve conter todas as informações pedidas pela imigração como horas trabalhadas, nome do cargo, funções exercidas, salário. No site da imigração tem a lista de requisitos que a carta deve ter. O link é esse aqui: http://www.cic.gc.ca/english/resources/tools/perm/express/intake-complete.asp

    Espero ter ajudado.

  6. Renato says:

    Ola, em primeiro lugar, parabéns pelo seu blog. Sensacional!!!

    Sera que vc consegue me ajudar? Estou querendo aplicar para o Express Entry, mas tenho uma duvida unto aos documentos. Eu tenho 12 meses de experiencia canadense no NOC B. Como eu preciso comprovar isso? Preciso pegar um documento especifico com a minha empresa, com data de inicio, hrs trabalhadas, cargo e atividades?? Desde ja agradeço a ajuda!!!

  7. Os melhores de 2015 - Posts mais lidos - vireicanadense says:

    […] Toronto IELTS: Como estudar pra provaEquivalência de diplomas no CanadáPosts mais comentados:Meu perfil no Express EntryComo entrar no College pela escola de inglês: Pathway ProgramComo é o College no CanadáExpress […]

  8. Os melhores de 2015 - Posts mais lidos - vireicanadense says:

    […] IELTS: Como estudar pra prova Equivalência de diplomas no Canadá Posts mais comentados: Meu perfil no Express Entry Como entrar no College pela escola de inglês: Pathway Program Como é o College no Canadá Express […]

  9. Mari Cimini says:

    Eu emendei as datas. Eliminei esses endereços temporários e aumentei a minha estadia dos endereços permanentes, isso dentro de uma mesma cidade. Não sei se é uma boa recomendação, mas foi o que eu fiz pq também não tinha todos os endereços. Não pode ter gaps de datas nos formulários, então ou você preenche tudo certinho ou estica as datas pra não ter espaços em branco.

  10. Anônimo says:

    Mari, entao nesses enderecos que voce so morou um mes que tbm 'e o mes caso, vc colocou o que neste mes? ficou em branco? eu estou meio perdida pq nao vi o formulario que tem q preencher pois n sou eu q estou fazendo.

  11. Mari Cimini says:

    Oi, infelizmente você tem que listar toda as informações dos últimos 10 anos sim, onde viajou, onde morou… Enquanto eu morava em Toronto, eu não listei todos os endereços não, tinha alguns que morei por um mês, então só listei os endereços que morei mais tempo e que usei o endereço pra alguma coisa, por exemplo documentos da imigração, contas de banco, telefone e tal. O ideal é lembrar exatamente o endereço e datas. Uma dica é ir no google maps e tentar achar o lugar 🙂

    Eu moro em Toronto sim, fiz meus exames na clínica que fica na Broadview pois foi a única que aceitava walk-ins, as outras precisava marcar e só tinha horário pro mês seguinte!
    http://www.cic.gc.ca/pp-md/pp-list.aspx

    O valor do exame na época foi $200 que incluia a consulta e o raio-x.

  12. Mari Cimini says:

    Oi, infelizmente você tem que listar toda as informações dos últimos 10 anos sim, onde viajou, onde morou… Enquanto eu morava em Toronto, eu não listei todos os endereços não, tinha alguns que morei por um mês, então só listei os endereços que morei mais tempo e que usei o endereço pra alguma coisa, por exemplo documentos da imigração, contas de banco, telefone e tal. O ideal é lembrar exatamente o endereço e datas. Uma dica é ir no google maps e tentar achar o lugar 🙂

    Eu moro em Toronto sim, fiz meus exames na clínica que fica na Broadview pois foi a única que aceitava walk-ins, as outras precisava marcar e só tinha horário pro mês seguinte!
    http://www.cic.gc.ca/pp-md/pp-list.aspx

    O valor do exame na época foi $200 que incluia a consulta e o raio-x.

  13. Anônimo says:

    Olá Mariana,

    Após receber o Ita tem que preencher mais informações do tipo toda a sua vida nos últimos 10 anos como também o endereços onde você morou nos últimos 10 anos.
    Você colocou tudo?? Por exemplo, fiz intercâmbios e não lembro mais os endereços… Eles pedem até dia/mês/ ano.. 10 anos é mta coisa rsrs.
    Vc mora em Toronto correto? Onde e quanto fez e pagou nos exames médicos.
    Desde já agradeço.

  14. Mari Cimini says:

    Oi Nana, não faz muita diferença na pontuação você estar no Canadá ou em outro lugar. A diferença na pontuação vem da experiência de trabalho canadense.

  15. Mari Cimini says:

    Oi Nana, não faz muita diferença na pontuação você estar no Canadá ou em outro lugar. A diferença na pontuação vem da experiência de trabalho canadense.

  16. Anônimo says:

    Mariana,
    Eu li seu post já há 2 semanas, e gostei muito, mas ainda fiquei com muitas dúvidas, eu tenho uma filha de quase 3 anos, e estou querendo programar de irmos para outro país, já fiz intercambio na irlanda, meu nivel de ingles está pro intermediário. Por favor você pode me dá umas dicas como posso tem mais chances de ir para o Canadá. Tenho 41 anos e pos graduada no Brasil em logistica.

  17. Nana Oliveira says:

    Mari…adorei seu blog.
    Gostaria de umas dicas sua, tenho uma filha quase 3 anos, eu estou 40 anos, tenho pos em logística, fiz intercambio em Dublin, meu nivel de inglês ta ali pró um intermediário. E mais fácil já esta no canada pra ter uma pontuação melhor?! Tenho chances por aqui?

  18. Luciana Silva says:

    Oi Mariana… eu recebi a ITA dia 27/11 e agora estou preenchendo os formulários. Tenho duas dúvidas, será que você pode me ajudar? A primeira é: em que momento eles me avisam que eu tenho que fazer o exame médico? Ou eu devo simplesmente fazer por minha conta? E a outra: na parte do histórico de viagens, tem que ser as datas exatas de saída e volta pro Brasil? Ou pode ser aproximado? Obrigada mesmo!

  19. Luciana Silva says:

    Oi Mariana… eu recebi a ITA dia 27/11 e agora estou preenchendo os formulários. Tenho duas dúvidas, será que você pode me ajudar? A primeira é: em que momento eles me avisam que eu tenho que fazer o exame médico? Ou eu devo simplesmente fazer por minha conta? E a outra: na parte do histórico de viagens, tem que ser as datas exatas de saída e volta pro Brasil? Ou pode ser aproximado? Obrigada mesmo!

  20. Zatara Langdon says:

    Mariana, me salva haha!
    Eu tb tenho um bachelor no Brasil de 4 anos e um post-secondary de 1 ano aqui no canadá. Quando vc preencheu no seu perfil, em ambos vc colocou o nivel de educação como "Two or more certificates, diplomas, or degrees. One must be for a program of three or more years". Onde pergunta exatamente o que tem no meu ECA eu coloquei Bachelor (ja que sou ele foi avaliado, o outro curso foi feito aqui no Canadá). Mesmo assim só recebo a pontuação como se só tivesse a graduação do Brasil. Quero meus pontos! O que eu fiz errado? Obrigadão!

  21. Ariadne says:

    Olá! Vi que você é publicitária. Queria saber como é este mercado no Canadá. Sou redatora e estou me organizando para ir morar no Canadá. Talvez entre como estudante de ingles, depois eu faça um college ou mba.. ainda estou analisando. Mas será que vc poderia me responder umas dúvidas?

    Qual o noc que aplicamos?
    Qual a sua função em publicidade?
    Como é o mercado em Toronto?

    Desde já obrigada e parabéns pelo blog. É um dos melhores que encontrei até agora. Leitura fluiiiii 🙂

    Bj

  22. Anônimo says:

    Oi Mariana, td bem?
    Estou tentando enco9ntrar algum site onde possa simular essas pontuação para ver o que vale mais a pena, mas não estou localizando. Vc tem conhecimento se isso existe?
    Obrigada, Priscila

  23. Bárbara says:

    Olá Mariana, tudo bom?
    Tenho duas dúvidas, veja se você pode me ajudar, por favor.
    A primeira é a seguinte: Minha pontuação no EE ainda não é suficiente mas vou fazer o College de dois anos e o fato de fazer o College subirá minha pontuação para o necessário e provavelmente serei chamada. Minha dúvida é: Se eu estiver no período de PGWPP e me chamarem no pool do EE eu poderei aplicar ou tenho que esperar o período do PGWPP?
    A outra questão é que eu gostaria de saber sua opinião sobre o mercado de trabalho na área de Marketing e Publicidade em Toronto. Tenho o mesmo NOC que você (sou formado em Publicidade, Propaganda e Marketing) e ainda não decidi qual província ir estudar, gostaria de entender quais possuem mais oportunidades de emprego para nossa área. Como está Toronto para nós?
    Muito obrigada!
    Beijos

  24. Marcia Baroni Smith says:

    Oi Mariana, td bem? Eu tb sou publicitaria 🙂 e eu e meu marido estamos no processo de reunir a documentaçao pro Express Entry. Já fizemos a prova do IELTS (Overall de 8.5) e validamos os diplomas com o WES. Minha duvida é a seguinte: no Express Entry mesmo nao temos que anexar nenhum documento, certo? Preenchi o perfil no MyCiC e achei tudo aparentemente muito simples. Porem, consultamos alguns agentes de imigraçao para dar uma conferida no preenchimento e eles chegam a cobrar 2000USD para criacao de um perfil. Isso fez a gente ficar encucado. O processo é mais complicado do que parece nessa etapa? Para mim a documentacao só começava a ficar "cabulosa" depois de receber o ITA, entao fiquei surpresa com o valor da consultoria e estou tentada a seguir com o que eu mesma ja preenchi. O que vc acha? Obrigada desde já!

  25. Leonidas Ramos says:

    Muito obrigado ajudou sim com certeza! Entao so fiquei na duvida em que quesito ganharia pontos no EE estudando no Canadá se não conseguisse um trabalho com cargo mais alto como você disse, se a vantagem de ir estudar lá é trabalhar e ganhar o canadian experience work. Seria um gasto desnecessário de dinheiro se isso acontecesse?

  26. Leonidas Ramos says:

    Muito obrigado ajudou sim com certeza! Entao so fiquei na duvida em que quesito ganharia pontos no EE estudando no Canadá se não conseguisse um trabalho com cargo mais alto como você disse, se a vantagem de ir estudar lá é trabalhar e ganhar o canadian experience work. Seria um gasto desnecessário de dinheiro se isso acontecesse?

  27. levivesper says:

    Ola, muito bom seu blog
    Eu e minha esposa estamos formando neste ano, eu engenharia civil ela enge. Ambiental, gostaria de saber se pode ser feito dessa maneira, ela iria como estudante podendo trabalhar par time e eu full time, ja levariamos o ECA feitos.
    1 pergunta Essa forma seria mais rapida?
    2 Posso dar entrada para validaçao no orgao regulamentador da profissao
    3 devo dar entrada antes de ir no EE, ou faço tudo por la mesmo
    Muito Obrigado.

  28. levivesper says:

    Ola, muito bom seu blog
    Eu e minha esposa estamos formando neste ano, eu engenharia civil ela enge. Ambiental, gostaria de saber se pode ser feito dessa maneira, ela iria como estudante podendo trabalhar par time e eu full time, ja levariamos o ECA feitos.
    1 pergunta Essa forma seria mais rapida?
    2 Posso dar entrada para validaçao no orgao regulamentador da profissao
    3 devo dar entrada antes de ir no EE, ou faço tudo por la mesmo
    Muito Obrigado.

  29. Ju Malafatti says:

    Bom dia Mariana, conheci teu blog hoje e já é meu favorito!
    Uma dúvida: enquanto você estava aguardando o resultado do Express Entry com qual visto você estava?
    Pelo que li por aqui parece que minha experiência vai ser parecida com a sua, vou fazer pós mas antes inglês e ao fim da pós poderei trabalhar por 1 ano. Quando devo aplicar para o express entry?
    Agradeço desde já! 😊

  30. Daniel says:

    Oi Mariana, parabéns pelo seu blog, está muito bom.
    Tenho uma dúvida, espero que possa me ajudar, após alguém ser aprovado no EE é necessário escolher um dos programas (Federal Skilled Worker Program, Federal Skilled Trades Program, and Canadian Experience Class) ou o Governo canadense já te direciona para um dos programas?

  31. Fernanda Pieretti says:

    Oi Mariana! Dúvida cruel: quando vc fez o IELTS já morava aí, e já tinha um inglês fluente? Eu nunca morei fora e tirei 101 no TOEFL, queria fazer o IELTS para entrar na pool. Mas sua nota está ótima e seu inglês deve ser bem melhor que o meu, então acho q vou tirar uns 5 kkk. Obrigada pela atenção 😉

  32. Mariana Cimini says:

    Oi Alysson, a tradução pode ser feita em qualquer lugar do mundo, desde que seja juramentada. Já a equivalência, tem que ser feita pelas empresas canadenses credenciadas, como por exemplo o WES, procure o post sobre a equivalência que você vai ver mais informações.

  33. Alysson says:

    Oi Juliana.
    Qual empresa vc usou para fazer a equivalência de diplomas? E a tradução de documentos foi no Brasil ou no Canadá?
    Atualmente moro no EUA, mas tenho data pra sair, e estou pensando em traduzir os meus documentos (diploma do Brasil) aqui. Me pergunto se isso não pode causar problemas no EE no Canadá

  34. Alysson says:

    Oi Juliana.
    Qual empresa vc usou para fazer a equivalência de diplomas? E a tradução de documentos foi no Brasil ou no Canadá?
    Atualmente moro no EUA, mas tenho data pra sair, e estou pensando em traduzir os meus documentos (diploma do Brasil) aqui. Me pergunto se isso não pode causar problemas no EE no Canadá

  35. Mariana Cimini says:

    Oi Juliana, eu tive minha aplicação pelo PNP negada. Apliquei no EE em Ontario

  36. Mariana Cimini says:

    Oi Juliana, eu tive minha aplicação pelo PNP negada. Apliquei no EE em Ontario

  37. Juliana says:

    Mariana! Seu blog é um achado! Muito obrigada por todas essas informações. Você poderia me dizer para qual província aplicou no EE e por que abriu mão do PNP? Obrigada desde já!

  38. Mariana Cimini says:

    Oi Mariana,
    Pra conseguir aplicar pra imigração pelo canadian experience class, vc tem que ter um emprego nos NOCs A, B ou 0, que são cargos de gerência, ou mais entry level, mas em áreas específicas. Muitas pessoas não conseguem ficar justamente por não conseguir um emprego na área de formação dentro dos NOCs. No caso de um casal, as chances disso acontecer são menores, pois pelo menos um dos dois vai conseguir um emprego melhor.

    Espero ter ajudado

  39. Mariana Said says:

    Oi Mariana, tudo bem? Adorei seu blog, vou utilizar várias informações.

    Eu e meu esposo vamos fazer college por dois anos e tentar trabalhar por 3 anos. Vi em um dos seus posts que você comentou que várias pessoas acabam não conseguindo ficar através do express entry mesmo fazendo college. Consegue me dizer, mesmo que só uma ideia, do porque essas pessoas não conseguem ficar?

    Quero estar ciente de todas as possibilidades.

    Muito obrigada, e novamente, parabéns pelo blog e pela sua experiência!

  40. Mariana Said says:

    Oi Mariana, tudo bem? Adorei seu blog, vou utilizar várias informações.

    Eu e meu esposo vamos fazer college por dois anos e tentar trabalhar por 3 anos. Vi em um dos seus posts que você comentou que várias pessoas acabam não conseguindo ficar através do express entry mesmo fazendo college. Consegue me dizer, mesmo que só uma ideia, do porque essas pessoas não conseguem ficar?

    Quero estar ciente de todas as possibilidades.

    Muito obrigada, e novamente, parabéns pelo blog e pela sua experiência!

  41. Mariana Cimini says:

    Oi Felipe, tudo bem? Meu processo foi uma bagunça! Não escrevo tudo como realmente aconteceu pq não quero ser exemplo pra ninguém e não quero dar idéias erradas pra quem pretende aplicar… O que aconteceu comigo foi que antes de aplicar pro EE eu apliquei pro PNP Ontario, e por isso fiquei em implied status por uns meses, e foi aí que completei um ano de trabalho na minha área. Acontece que meu PNP não foi aprovado, mas quando recebi a carta de explicação já tinha sido chamada pro EE. O meu WP venceu em dezembro, mas fiquei em implied status até abril (por causa do processo do PNP), que foi quando apliquei pro EE, e junto com o EE já apliquei pro bridge work permit. Como eu estava em implied status, eu fui aconselhada pelo CIC a parar de trabalhar até que o Bridg work permit fosse aprovado, e foi isso que eu fiz, fiquei sem trabalhar de maio até outubro quando o Bridge work permit foi aprovado, e algumas semanas depois o PR também foi aprovado. Normalmente, quando se aplica pro EE, se você tem os requisitos certinhos, você é elegível pro Bridge Work Permit, e pode continuar trabalhando normalmente, o meu caso foi diferente por eu já estar com o WP vencido e estar em outro processo… Bagunça ne? Espero que tenha sido mais clara agora 🙂

  42. Mariana Cimini says:

    Oi Felipe, tudo bem? Meu processo foi uma bagunça! Não escrevo tudo como realmente aconteceu pq não quero ser exemplo pra ninguém e não quero dar idéias erradas pra quem pretende aplicar… O que aconteceu comigo foi que antes de aplicar pro EE eu apliquei pro PNP Ontario, e por isso fiquei em implied status por uns meses, e foi aí que completei um ano de trabalho na minha área. Acontece que meu PNP não foi aprovado, mas quando recebi a carta de explicação já tinha sido chamada pro EE. O meu WP venceu em dezembro, mas fiquei em implied status até abril (por causa do processo do PNP), que foi quando apliquei pro EE, e junto com o EE já apliquei pro bridge work permit. Como eu estava em implied status, eu fui aconselhada pelo CIC a parar de trabalhar até que o Bridg work permit fosse aprovado, e foi isso que eu fiz, fiquei sem trabalhar de maio até outubro quando o Bridge work permit foi aprovado, e algumas semanas depois o PR também foi aprovado. Normalmente, quando se aplica pro EE, se você tem os requisitos certinhos, você é elegível pro Bridge Work Permit, e pode continuar trabalhando normalmente, o meu caso foi diferente por eu já estar com o WP vencido e estar em outro processo… Bagunça ne? Espero que tenha sido mais clara agora 🙂

  43. Felipe Dias says:

    Olá Mariana! Parabéns pelo seu blog e obrigado pelas informações, tem sido muito esclarecedoras… tenho uma dívida com relação ao seu perfil, pois não ficou mto claro… Você disse que só aplicou pro EE depois de um ano de trabalho, mas disse tb que só conseguiu estender o visto de trabalho pq ja tinha sido chamada pelo EE… se você só tinha o visto de trabalho por um ano e trabalhou por também um ano, quando afinal você aplicou para o EE? A conta não bate! Rsrs na minha cabeça, se você tivesse aplicado para o EE somente no final do ano trabalhado, até você receber o ITA o PGWP ja teria vencido…fiquei perdido! Kkk

  44. Felipe Dias says:

    Olá Mariana! Parabéns pelo seu blog e obrigado pelas informações, tem sido muito esclarecedoras… tenho uma dívida com relação ao seu perfil, pois não ficou mto claro… Você disse que só aplicou pro EE depois de um ano de trabalho, mas disse tb que só conseguiu estender o visto de trabalho pq ja tinha sido chamada pelo EE… se você só tinha o visto de trabalho por um ano e trabalhou por também um ano, quando afinal você aplicou para o EE? A conta não bate! Rsrs na minha cabeça, se você tivesse aplicado para o EE somente no final do ano trabalhado, até você receber o ITA o PGWP ja teria vencido…fiquei perdido! Kkk

  45. Mariana Cimini says:

    Olá Diego, tudo bem?

    Eu fiz um ano de college (dois semestres estudando e um de coop). Mas dependendo do college o do curso, mesmo se o curso for de 8 meses, o PGWP é de um ano depois da conclusão do curso.

    Eu apliquei pro EE depois de completar um ano de trabalho, pois eu estava tentando um outro processo imigratório (PNP), e com ele fiquei em implied status, e consegui atingir um ano de experiência de trabalho. Mas no EE eu não apliquei como CEC e sim no programa federal. Não é necessário ter um ano de trabalho no Canadá pra aplicar pro EE, desde que você se encaixe na categoria federal, o 1 ano de experiência canadense é para o Canadian Experience Class.

    Infelizmente não conheço nenhum college em Vancouver.

    Espero ter ajudado.

  46. Mariana Cimini says:

    Olá Diego, tudo bem?

    Eu fiz um ano de college (dois semestres estudando e um de coop). Mas dependendo do college o do curso, mesmo se o curso for de 8 meses, o PGWP é de um ano depois da conclusão do curso.

    Eu apliquei pro EE depois de completar um ano de trabalho, pois eu estava tentando um outro processo imigratório (PNP), e com ele fiquei em implied status, e consegui atingir um ano de experiência de trabalho. Mas no EE eu não apliquei como CEC e sim no programa federal. Não é necessário ter um ano de trabalho no Canadá pra aplicar pro EE, desde que você se encaixe na categoria federal, o 1 ano de experiência canadense é para o Canadian Experience Class.

    Infelizmente não conheço nenhum college em Vancouver.

    Espero ter ajudado.

  47. Diego von Söhsten says:

    Oi Mariana, parabéns pelo blog! É incrível.

    Dúvidas sobre o processo:

    1) Vi em outros posts que você fez 1 ano de college e então aplicou para 1 ano de PGWP. Mas também li que teriam sido 8 meses de college + 8 meses de PGWP. Como funcionaria ter esses 8 meses de PGWP, se o Express Entry só pontua a partir de 1 ano de experiência profissional aí?

    2) Considerando que foi 1 ano de experiência profissional no Canadá, entendi que você aplicou no Express Entry antes de completar esse 1 ano de PGWP. É isso mesmo? Pensei que tinha que terminar o 1 ano de PGWP, pra voltar ao Brasil e aplicar daqui.

    3) Sabe de algum college público legal em Vancouver para quem trabalha como Gerente de Projetos ou Analista de Negócio (TI)?

    Muito obrigado! Bjs

  48. Mariana Cimini says:

    Olá, você só consegue os pontos depois que terminar a faculdade e fizer a equivalência de diplomas.

    Abraço

  49. Mariana Cimini says:

    Olá, você só consegue os pontos depois que terminar a faculdade e fizer a equivalência de diplomas.

    Abraço

  50. Arthur de Andrade says:

    Boa noite Mariana, curti muito seu blog, parabens! Fiquei com uma duvida em relação ao diploma, no meu caso, estou no quinto ano de faculdade de Arquitetura, eu consigo pontos com os 4 anos e meio? Ou só serve com o diploma?
    Obrigado!

  51. Arthur de Andrade says:

    Boa noite Mariana, curti muito seu blog, parabens! Fiquei com uma duvida em relação ao diploma, no meu caso, estou no quinto ano de faculdade de Arquitetura, eu consigo pontos com os 4 anos e meio? Ou só serve com o diploma?
    Obrigado!

  52. Mariana Cimini says:

    Oi Leonidas, tudo bem?
    Tanto dentista como enfermagem são profissões regulamentadas no Canadá e não pode trabalhar na área sem validar o diploma. Se vocês esperarem no Brasil pra conseguir entrar no Express Entry, quando finalmente receberem o PR não poderão trabalhar na área, apenas depois de validar os diplomas (esse processo é demorado, normalmente tem que se fazer cursos pra validação). Já estudando no Canadá, além de contar mais pontos no EE, sua esposa vai poder trabalhar, mas só vai ganhar mais pontos de experiência de trabalho no EE se ela trabalhar em algum cargo mais alto, de gerência por exemplo.

    Espero ter ajudado.

  53. Mariana Cimini says:

    Oi Leonidas, tudo bem?
    Tanto dentista como enfermagem são profissões regulamentadas no Canadá e não pode trabalhar na área sem validar o diploma. Se vocês esperarem no Brasil pra conseguir entrar no Express Entry, quando finalmente receberem o PR não poderão trabalhar na área, apenas depois de validar os diplomas (esse processo é demorado, normalmente tem que se fazer cursos pra validação). Já estudando no Canadá, além de contar mais pontos no EE, sua esposa vai poder trabalhar, mas só vai ganhar mais pontos de experiência de trabalho no EE se ela trabalhar em algum cargo mais alto, de gerência por exemplo.

    Espero ter ajudado.

  54. Leonidas Ramos says:

    Oi Mariana! Estou precisando de sua ajuda pois estou com muitas duvidas com relação ao express entry. Sou dentista e minha esposa é enfermeira. Eu tenho um bom nivel de inglês e ela apenas começando fazer curso nível basico. Porém a oferta de trabalho para enfermeiro é muito maior que a de dentista no Canada. No nosso caso, o que você recomenda para obter mais pontos no express entry? Eu fazer um college no Canada enquanto ela trabalha fora do seu NOC e aprende ingles ate poder fazer o IELTS? Essa experiência de trabalho no Canadá fora da enfermagem vai contar pontos? Ou não vai ajudar muito estar no Canadá e seria melhor ela estudar inglês aqui no Brasil mesmo e depois aplicar para o express entry? Por favor me ajuda a criar o melhor projeto obrigado!

  55. Mariana Cimini says:

    Oi Ricardo, tudo bem? No email vem todos os detalhes para envio. O prazo para envio é de 30 dias, mas se caso você precise de mais é só entrar em contato e explicar o motivo. O endereço de envio também vem especificado na correspondência, tudo depende se você está dentro ou fora do Canadá.

  56. Ricardo says:

    Oi, Mariana! Primeiramente parabéns pelo blog, encontrei hoje e já o vejo como um dos melhores!
    Minha pergunta é simples: quando você recebeu o email com o PPR (Passport Request), quando tempo você tinha para entregá-lo? E onde você deveria fazer isso?
    Obrigado e sucesso!

  57. Ricardo says:

    Oi, Mariana! Primeiramente parabéns pelo blog, encontrei hoje e já o vejo como um dos melhores!
    Minha pergunta é simples: quando você recebeu o email com o PPR (Passport Request), quando tempo você tinha para entregá-lo? E onde você deveria fazer isso?
    Obrigado e sucesso!

  58. Mariana Cimini says:

    Oi Mauro, você precisa sim comprovar uma determinada quantia de dinheiro mas não precisa ser em um banco canadense, pode ser em banco do Brasil também, desde que a conta esteja em seu nome.

  59. Mariana Cimini says:

    Oi Mauro, você precisa sim comprovar uma determinada quantia de dinheiro mas não precisa ser em um banco canadense, pode ser em banco do Brasil também, desde que a conta esteja em seu nome.

  60. Mauro says:

    Oi Mariana, ouvi falar que precisa comprovar uma determinada quantia de dinheiro em um banco canadense para solicitar/ser aprovado no EE. Isso procede? Obrigado.

  61. Mauro says:

    Oi Mariana, ouvi falar que precisa comprovar uma determinada quantia de dinheiro em um banco canadense para solicitar/ser aprovado no EE. Isso procede? Obrigado.

  62. Mariana Cimini says:

    Oi Juliana, parabéns pelo ITA!

    Eu usava o número do perfil do EE mesmo… se não funcionar tente o UCI… as vezes eles demoram pra dar acesso ao ECA mesmo, o meu demorou um tempo também.

  63. Mariana Cimini says:

    Oi Juliana, parabéns pelo ITA!

    Eu usava o número do perfil do EE mesmo… se não funcionar tente o UCI… as vezes eles demoram pra dar acesso ao ECA mesmo, o meu demorou um tempo também.

  64. Juliana Andrade says:

    Oi Mari, recebi o AOR em nov/2015 e to no review in progress, mas meu BG mudou de in progress para no needed at moment…gostaria de acessar o ECA que vc mencionou acima mas não consigo…coloco meu numero de perfil do EE mas ele não acha…qual numero vc utilizou para ficar checando seu status? obrigada

  65. Juliana Andrade says:

    Oi Mari, recebi o AOR em nov/2015 e to no review in progress, mas meu BG mudou de in progress para no needed at moment…gostaria de acessar o ECA que vc mencionou acima mas não consigo…coloco meu numero de perfil do EE mas ele não acha…qual numero vc utilizou para ficar checando seu status? obrigada

  66. Mariana Cimini says:

    Oi Rayane, qualquer curso do college conta, desde que seja full time, o que muda é a pontuação pra cada tipo de curso e duração. Eu apliquei assim que concluí o primeiro ano de trabalho.

  67. Rayane Tafarelle says:

    Oi Mariana, fiquei com uma duvida, o college de 2 anos, ou seja, curso técnico não conta para o processo do EE? somente conta se for uma Pos graduação? Vou fazer college na George Brown. Voce aplicou enquanto ainda estava concluindo seu primeiro ano de trabalho?

    grata

  68. Rayane Tafarelle says:

    Oi Mariana, fiquei com uma duvida, o college de 2 anos, ou seja, curso técnico não conta para o processo do EE? somente conta se for uma Pos graduação? Vou fazer college na George Brown. Voce aplicou enquanto ainda estava concluindo seu primeiro ano de trabalho?

    grata

  69. Mariana Cimini says:

    Oi, você tem que fazer a equivalência de diplomas pra ganhar os pontos de educação. Apenas traduzir não serve. Mais informações nesse post

    httpsss://www.vireicanadense.com/2015/04/equivalencia-de-diplomas-no-canada.html

  70. Mariana Cimini says:

    Oi, você tem que fazer a equivalência de diplomas pra ganhar os pontos de educação. Apenas traduzir não serve. Mais informações nesse post

    httpsss://www.vireicanadense.com/2015/04/equivalencia-de-diplomas-no-canada.html

  71. Unknown says:

    Ola
    para abrir minha aplicaçao no express entry eu tenho que validar meu diploma no Canada, ou pode ser só traduzido??

  72. Unknown says:

    Ola
    para abrir minha aplicaçao no express entry eu tenho que validar meu diploma no Canada, ou pode ser só traduzido??

  73. Mariana Cimini says:

    Oi Luciana, o exame médico é feito por sua conta. No site do CIC explica direitinho como proceder, não sei se é o mesmo procedimento de dentro do Canadá, mas eu só fui no local indicado levando meu passaporte, mais nada, e aí o próprio consultorio envia o resultado pro CIC. Quanto ao histórico, sim, tem que ser as datas exatas, pois tem que bater com os carimbos do passaporte.

  74. Mariana Cimini says:

    Oi Luciana, o exame médico é feito por sua conta. No site do CIC explica direitinho como proceder, não sei se é o mesmo procedimento de dentro do Canadá, mas eu só fui no local indicado levando meu passaporte, mais nada, e aí o próprio consultorio envia o resultado pro CIC. Quanto ao histórico, sim, tem que ser as datas exatas, pois tem que bater com os carimbos do passaporte.

  75. Luciana Silva says:

    Oi Mariana… eu recebi a ITA dia 27/11 e agora estou preenchendo os formulários. Tenho duas dúvidas, será que você pode me ajudar? A primeira é: em que momento eles me avisam que eu tenho que fazer o exame médico? Ou eu devo simplesmente fazer por minha conta? E a outra: na parte do histórico de viagens, tem que ser as datas exatas de saída e volta pro Brasil? Ou pode ser aproximado? Obrigada mesmo!

  76. Luciana Silva says:

    Oi Mariana… eu recebi a ITA dia 27/11 e agora estou preenchendo os formulários. Tenho duas dúvidas, será que você pode me ajudar? A primeira é: em que momento eles me avisam que eu tenho que fazer o exame médico? Ou eu devo simplesmente fazer por minha conta? E a outra: na parte do histórico de viagens, tem que ser as datas exatas de saída e volta pro Brasil? Ou pode ser aproximado? Obrigada mesmo!

  77. Mariana Cimini says:

    Pra uma pessoa é $11,931.

    http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/skilled/funds.asp

  78. Mariana Cimini says:

    Pra uma pessoa é $11,931.

    http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/skilled/funds.asp

  79. Anônimo says:

    Oi Mariana, qual o valor do proof of funds? Obrigado e parabéns pelo blog

  80. Anônimo says:

    Oi Mariana, qual o valor do proof of funds? Obrigado e parabéns pelo blog

  81. Mariana Cimini says:

    Você só consegue extender o visto de trabalho do jeito que eu fiz se já estiver dentro do express entry, se já tiver sido chamada e já tiver enviado os documentos da aplicação e estiver aguandando a decisão, caso contrário isso não é possível. Nesse caso, se enquanto você espera pela extensão, o WP vencer, você fica em implied status e pode continuar trabalhando. Mas não conte com isso se não tiver certeza que vai ser chamada pro Express Entry 4 meses antes do WP vencer.

  82. Mariana Cimini says:

    Você só consegue extender o visto de trabalho do jeito que eu fiz se já estiver dentro do express entry, se já tiver sido chamada e já tiver enviado os documentos da aplicação e estiver aguandando a decisão, caso contrário isso não é possível. Nesse caso, se enquanto você espera pela extensão, o WP vencer, você fica em implied status e pode continuar trabalhando. Mas não conte com isso se não tiver certeza que vai ser chamada pro Express Entry 4 meses antes do WP vencer.

  83. Juliana Kuhnert F. says:

    Entendi. mas hoje, com as mudanças para estender visto, isso ainda é possivel?
    Pergunto isso pois estamos numa dúvida gigante. meu marido foi aprovado para um college em London (Ontario), mas o curso é de 1 ano. estamos com medo que no periodo de pgwp nao conseguíssemos estender o visto.. saberia dizer se é arriscado? meu medo é nao conseguirmos nesse periodo de 1 ano e ter de voltar. ainda mais que vamos em familia (casal + filho de 3 anos).

  84. Juliana Kuhnert F. says:

    Entendi. mas hoje, com as mudanças para estender visto, isso ainda é possivel?
    Pergunto isso pois estamos numa dúvida gigante. meu marido foi aprovado para um college em London (Ontario), mas o curso é de 1 ano. estamos com medo que no periodo de pgwp nao conseguíssemos estender o visto.. saberia dizer se é arriscado? meu medo é nao conseguirmos nesse periodo de 1 ano e ter de voltar. ainda mais que vamos em familia (casal + filho de 3 anos).

  85. Mariana Cimini says:

    Oi Juliana, tudo bem?
    Isso, fiz um curso de 1 ano e peguei 1 ano de PGWP. Antes do vencimento do meu WP, apliquei pro bridge WP, já que já tinha recebido o ITA pelo Express Entry. Essa extensão do WP só vale pra quem está em algum processo de imigração.

  86. Mariana Cimini says:

    Oi Juliana, tudo bem?
    Isso, fiz um curso de 1 ano e peguei 1 ano de PGWP. Antes do vencimento do meu WP, apliquei pro bridge WP, já que já tinha recebido o ITA pelo Express Entry. Essa extensão do WP só vale pra quem está em algum processo de imigração.

  87. Juliana Kuhnert F. says:

    Mariana, o teu curso de pós foi de 1 ano e após ganhou o PGWP, correto?
    Como fizeste para continuar aí após o término desse 1 ano de PGWP? Conseguiu estender o visto de trabalho?
    Eu acompanho teu blog, mas nunca entendi direito como fizeste para continuar por aí após o curso.

    Abraços e parabens pelo visto de residente permanente! 🙂

  88. Juliana Kuhnert F. says:

    Mariana, o teu curso de pós foi de 1 ano e após ganhou o PGWP, correto?
    Como fizeste para continuar aí após o término desse 1 ano de PGWP? Conseguiu estender o visto de trabalho?
    Eu acompanho teu blog, mas nunca entendi direito como fizeste para continuar por aí após o curso.

    Abraços e parabens pelo visto de residente permanente! 🙂

  89. Mariana Cimini says:

    Oi Jonnathan,

    O curso feito não faz muita diferença, o nível de estudo é o que importa mais pro Express Entry. Acho que serve pra comprovar sim.

  90. Mariana Cimini says:

    Oi Jonnathan,

    O curso feito não faz muita diferença, o nível de estudo é o que importa mais pro Express Entry. Acho que serve pra comprovar sim.

  91. Jonnathan Cordeiro says:

    Olá! Parabéns pelo blog!
    Gostaria de tirar uma dúvida sobre o quesito "Level of Education"; Minha esposa e eu estamos nos formando em Direito aqui no Brasil e acho que o curso não serve para nada no Canadá, contudo, nossa dúvida é se ele servirá pelo menos para comprovar um pós-secundário de mais de 3 anos no "Express Entry". Obrigado.

  92. Jonnathan Cordeiro says:

    Olá! Parabéns pelo blog!
    Gostaria de tirar uma dúvida sobre o quesito "Level of Education"; Minha esposa e eu estamos nos formando em Direito aqui no Brasil e acho que o curso não serve para nada no Canadá, contudo, nossa dúvida é se ele servirá pelo menos para comprovar um pós-secundário de mais de 3 anos no "Express Entry". Obrigado.

  93. Mariana Cimini says:

    Precisa sim. Só não precisa se estiver aplicando pelo CEC, pelo FWS precisa, e eles pedem os extratos atualizados quando fazemos o landing.

  94. Mariana Cimini says:

    Precisa sim. Só não precisa se estiver aplicando pelo CEC, pelo FWS precisa, e eles pedem os extratos atualizados quando fazemos o landing.

  95. Anônimo says:

    Oi Mari,
    quando já está morando no Canadá também é preciso apresentar a proof of funds??

  96. Anônimo says:

    Oi Mari,
    quando já está morando no Canadá também é preciso apresentar a proof of funds??

  97. Mariana Cimini says:

    Olá, o tempo para fazer o landing virá no visto que está no seu passaporte. Normalmente é um ano.

    Depois do landing você pode sair do país na hora que quiser, mas pode ficar no máximo dois anos fora do país num total de 5.
    http://www.cic.gc.ca/english/helpcentre/answer.asp?q=727&t=4

  98. Mariana Cimini says:

    Olá, o tempo para fazer o landing virá no visto que está no seu passaporte. Normalmente é um ano.

    Depois do landing você pode sair do país na hora que quiser, mas pode ficar no máximo dois anos fora do país num total de 5.
    http://www.cic.gc.ca/english/helpcentre/answer.asp?q=727&t=4

  99. Anônimo says:

    Oi Mariana
    Vc sabe informar qual o tempo máximo pra pessoa fazer o landing após finalizar o processo de residente permanente? Além disso, existe algum tempo mínimo que a pessoa tem que ficar no Canadá após fazer o landing? Pergunto isso na hipótese da pessoa ter que voltar ao Brasil e ficar por um tempo para resolver algumas pendências.
    Obrigada por compartilhar essas informações Seu blog é muito útil e prático!
    Abraços

  100. Anônimo says:

    Oi Mariana
    Vc sabe informar qual o tempo máximo pra pessoa fazer o landing após finalizar o processo de residente permanente? Além disso, existe algum tempo mínimo que a pessoa tem que ficar no Canadá após fazer o landing? Pergunto isso na hipótese da pessoa ter que voltar ao Brasil e ficar por um tempo para resolver algumas pendências.
    Obrigada por compartilhar essas informações Seu blog é muito útil e prático!
    Abraços

  101. Mariana Cimini says:

    Olá, a pontuação máxima pra primeira lingua é de 136 pontos. Talvez vocês estejam calculando errado. Tem que procurar a tabela de conversão CLB e converter cada nota individulamente.
    Abraço

  102. Mariana Cimini says:

    Olá, a pontuação máxima pra primeira lingua é de 136 pontos. Talvez vocês estejam calculando errado. Tem que procurar a tabela de conversão CLB e converter cada nota individulamente.
    Abraço

  103. F Carvalho says:

    Oi Mariana, muito bom seu post! Fiquei com uma duvida, o item de proficiencia de idioma (primeiro idioma) nao tem pontuação maxima de 34? como vc atingiu 110?
    Estamos aqui tentando aumentar nossa pontuação e nao sabemos como!!! Rs…
    Valeu!

  104. F Carvalho says:

    Oi Mariana, muito bom seu post! Fiquei com uma duvida, o item de proficiencia de idioma (primeiro idioma) nao tem pontuação maxima de 34? como vc atingiu 110?
    Estamos aqui tentando aumentar nossa pontuação e nao sabemos como!!! Rs…
    Valeu!

  105. Mariana Cimini says:

    Oi, no novo processo de imigração a profissão não tem pontos diferenciados, desde que esteja dentro nos NOCs qualificados (níveis especializados ou de gerência), o que conta pontos é o grau de educação e de experiência profissional.

    Com certeza os cursos de inglês e francês contam bastante. Fazer um teste de proficiência em inglês é obrigatório, e se você também fizer o de francês ganhará mais pontos para o processo.

  106. Mariana Cimini says:

    Oi, no novo processo de imigração a profissão não tem pontos diferenciados, desde que esteja dentro nos NOCs qualificados (níveis especializados ou de gerência), o que conta pontos é o grau de educação e de experiência profissional.

    Com certeza os cursos de inglês e francês contam bastante. Fazer um teste de proficiência em inglês é obrigatório, e se você também fizer o de francês ganhará mais pontos para o processo.

  107. Valeria Passos says:

    Ola, estou fazendo faculdade Gestao de Recursos Humanos e curso de ingles e frances , sera que meu perfir se encaixaria? Ja que aqui no Brasil essa profissão não é tao visada quanto a de um engenheiro.

  108. Valeria Passos says:

    Ola, estou fazendo faculdade Gestao de Recursos Humanos e curso de ingles e frances , sera que meu perfir se encaixaria? Ja que aqui no Brasil essa profissão não é tao visada quanto a de um engenheiro.

  109. Mariana Cimini says:

    Oi Willian, os cursos técnicos normalmente não contam pontos no Express Entry. E para ganhar 600 pontos infelizmente não é só estar trabalhando, é necessário que a empresa faça o seu sponsorship através do LMIA ou que você seja nominado por uma província.

    Espero ter ajudado.

  110. Mariana Cimini says:

    Oi Willian, os cursos técnicos normalmente não contam pontos no Express Entry. E para ganhar 600 pontos infelizmente não é só estar trabalhando, é necessário que a empresa faça o seu sponsorship através do LMIA ou que você seja nominado por uma província.

    Espero ter ajudado.

  111. Willian Aguiar says:

    Muito legal este post. Está um pouco longe para eu criar meu perfil, preciso ainda concluir algumas lacunas que me faltam para ter o perfil, mas ainda chego lá. HAHA!
    Tenho uma dúvida, no meu caso eu pretendo fazer um curso técnico que são 6 meses de estudo + trabalho meio período e 6 meses após o termino do curso com permissão de trabalho full time. Eu queria criar meu perfil estando no Canada, no caso se eu já estiver trabalhando vou receber os 600 pontos?

  112. Willian Aguiar says:

    Muito legal este post. Está um pouco longe para eu criar meu perfil, preciso ainda concluir algumas lacunas que me faltam para ter o perfil, mas ainda chego lá. HAHA!
    Tenho uma dúvida, no meu caso eu pretendo fazer um curso técnico que são 6 meses de estudo + trabalho meio período e 6 meses após o termino do curso com permissão de trabalho full time. Eu queria criar meu perfil estando no Canada, no caso se eu já estiver trabalhando vou receber os 600 pontos?

  113. Mariana Cimini says:

    Oi, o processo eh bem simples. Basta levar os originais em um tradutor certificado. O meu diploma e histórico custou mais ou menos $400 na época, mas isso foi em 2013. Esse valor varia muito também dependendo da cidade em que está.

  114. Anônimo says:

    Como foi o processo de traduzir todos os documentos e certificados? Quanto gastou com isso, mais ou menos?

Deixe uma mensagem