O Que Esperar das Primeiras Semanas do College

College_assignment

College_assignmentLembro bem do frio na barriga dias antes de começar o meu curso no George Brown College. Conhecia poucas pessoas que já tinham passado por isso e algumas delas me colocaram um medo absurdo. Eu já tinha colocado na cabeça que ia precisar estudar desde o primeiro dia de aula, e que a partir do primeiro dia eu não teria mais vida social, ia viver de estudar.

E com todo esse medo, escolhi uma roupa legal (queria parecer cool pros novos colegas) coloquei um caderno e uma caneta na bolsa e fui pro meu primeiro dia de aula. Quantas caras novas, gente como eu, meio perdida, naquela de querer ser legal com todo mundo pra formar logo o grupinho. Uns poucos white Canadians, uns Latinos e um monte de indianos.

Me bandeei pro lado dos latinos, somos vizinhos né, vai ser mais fácil enturmar. Acabei achando eles meio sem graça e os indianos estavam lá de braços abertos pra acolher ainda mais gente pro grupo deles. Isso tudo aconteceu nos primeiros 5 minutos dentro da sala de aula, quando ainda estava escolhendo onde eu me sentaria.

No college não tem lugar marcado, cada aula é em uma sala diferente, com um professor diferente, mas escolher uma área boa pra sentar é importante, e é assim que você vai fazer amizade, sentando sempre na mesma área e conversando com as pessoas que sentam à sua volta. Se não gostou daquela galera, mude de lugar na próxima aula e assim vai. Mas escolher isso no começo é sempre bom, porque já na primeira aula você já vai ter que formar um grupo pra um trabalho ou atividade, e se você ainda não tem seu grupo, vai acabar ficando no grupo dos excluídos.

Os primeiros dias são difíceis, principalmente pra quem, como eu, não pisava em uma sala de aula há anos (e cursinho de inglês não conta como sala de aula pra mim). Entender aqueles sotaques foi uma batalha, mas se eu consegui entender os asiáticos durante o curso de inglês, entender os indianos seria mamata. Dito e feito, foi só entender que eles usam V pra pronunciar palavras com W e umas outras coisinhas e eu já estava fluente no inglês-indiano, afinal, do mesmo jeito que eu não entedia bem eles, eles também não me entendiam muito bem, e tudo é uma questão de paciência pra adaptar os ouvidos.

Na primeira semana também é quando você tem que conhecer todos os professores, guardar vários rostos e nomes novos e por cima disso tudo ainda tem que frequentar as aulas! Ah e as aulas… são tão interessantes e tão maçantes ao mesmo tempo. Lembre-se que você está aprendendo uma coisa nova em uma língua que não é a sua, ou seja, esforço duplicado e chega uma hora que o cérebro não aguenta mais tanta informação. Calma, isso é normal, e é nessa hora que você desliga o cérebro e vai pro bar em frente ao College tomar uma pint da cerveja mais barata do lugar, no meu caso o bar era o Gabby’s e a cerveja uma Coors Light na temperatura quase ambiente!

Nas primeiras semanas ou meses você também vai ter momentos que vai pensar em desistir, que investiu esse dinheiro todo e que não vai dar conta, vai se achar meio burro por demorar horas pra fazer um trabalho, ou não entender uma coisa que parece super simples, vai pro Google pesquisar a mesma matéria em português pra ver se entende e ver que fez merda ao fazer isso pois agora você entende em português mas não consegue converter pro inglês, vai se desesperar e correr pra um dos seus novos amigos e pedir ajuda porque não tá entendendo nada, vai chorar com a primeira nota baixa depois de se esforçar tanto, mas depois de tudo isso, um dia você vai olhar pra trás e pensar nossa, isso tudo aconteceu em uma semana e depois eu tava bem!

E aí, quando você se formar com uma das melhores notas da sala e com honras vai ver que nem foi tão ruim assim, e que no final das contas você só precisou se esforçar mais no começo, e o resto dos semestres foram tranquilos.

 

Resolvi escrever esse post pra dar um incentivo pra quem está começando o College agora e tá meio desesperado. Não fique assim, tudo é uma questão de adaptação e depois dessa fase tudo vai ficar mais fácil.

E pra quem está pensando em fazer um College, saiba que você também vai passar por isso, e a única dica que eu posso dar é ter certeza do seu nível de inglês antes de começar as aulas, pois ter um inglês fluente é a solução pra 90% do desespero dos estudantes, os outros 10% é só medinho e insegurança que passam rapidinho.

4 Comment

  1. Mari Cimini says:

    Oi Victor, o curso da ILAC não é college e sim um curso profissionalizante. Normalmente esses cursos são bem básicos, mais voltados pra aprender inglês e não tem muito reconhecimento no mercado canadense. Não sei especificamente sobre esse curso, mas isso é o que eu sei sobre as opções que as escolas de inglês oferecem. Abraço

  2. Victor Queiroz says:

    Boa tarde Mari, estava olhando para fazer o college na ILAC, o único curso disponível é o Service Excellence for Business.
    Você tem alguma referência sobre este college?

  3. Mari Cimini says:

    O meu horário dava pra encaixar sim. Minha aula normalmente acabava as 2 da tarde

  4. Eve says:

    Mari, como era sua grade de horário no primeiro semestre? É muito cheia ou dá pra encaixar um trabalho part-time?
    Obrigada!

Deixe uma mensagem