Viajando de Toronto para Banff

Nessa série de posts sobre o lado oeste do Canadá, vou contar em detalhes a minha viagem de Toronto para Banff em Alberta. Essa era uma das viagens que estava na minha lista há muito tempo, e planejei tudo bem direitinho pra não perder nada.

Fui de Toronto até Calgary de avião pela AirTransat, uma companhia aérea que faz vôo domésticos e também vôos pro Caribe. Como eu fui num feriado, as passagens estavam bem caras, e mesmo olhando com meses de antecedência, não consegui nenhuma promoção, mas existem sim promoções boas em outras épocas, é só ficar de olho.

Eu sempre compro passagens pelos sites FlightNetwork ou Expedia, mas dessa vez comprei pelo FlightHub e não tive nenhum problema. Lembrando que no Canadá não dá pra dividir o pagamento, é tudo a vista mesmo.

Viajei numa quarta a noite, e fui pro aeroporto direto do trabalho usando o UP Express, e em 25 minutos estava no aeroporto pronta pro embarque. Infelizmente o vôo atrasou 3 horas, e bagunçou o planejamento de chegada em Calgary. O vôo até Calgary demora mais ou menos 3 horas e meia, e como cheguei de madrugada, peguei um Uber e fui direto pro AirBnb.

No dia seguinte pegamos o carro e as 9 horas da manhã já estávamos na estrada a caminho de Canmore, que foi onde eu me hospedei. Canmore fica a 20 minutos de Banff e hospedagem é bem mais barato nos hotéis, e tem AirBnb, que em Banff não tem.

Nas minhas pesquisas, vi recomendações de não ir pela estrada principal TransCanada, e sim por uma paralela Highway 1A, que é um pouco mais longa, mas bem mais tranquila e com uma vista mais bonita, e foi isso mesmo que eu fiz, passei pela estrada mais bonita e planejei umas paradas no caminho.

Parada #1: Ghost Lake

Pra começar a viagem com decepções, a primeira delas foi o Ghost Lake, simplesmente porque não conseguimos achar a entrada. O GPS mandava ir por uma estada privada que tinha uma placa de todo tamanho dizendo pra não entrar, e o mais próximo que consegui chegar foi próximo a uma marina. Valeu a pena a parada de qualquer forma, mas infelizmente não achei o lugar que vi nas fotos.

Parada #2: Seebe

A região de Seebe tinha uma usina hidroelétrica e era a cidade que abrigava os trabalhadores dessa usina. Quando ela fechou, os funcionários se mudaram e abandonaram o povoado. Segundo o Census 2016, ninguém mora na região. A área foi o primeiro lugar com águas muito azuis que vi na viagem, e já me empolguei bastante, pois a cor é impressionante.

Parada #3: Bow Valley Provincial Park

Essa parada foi mais uma furada, parte por culpa do GPS (ou minha que não olhei direito) e parte pela falta de preparo nossa pois não estávamos preparados pra trilha e só com o Google Maps não achamos os lagos que não precisava andar muito. Começamos a andar meio sem direção e passaram duas moças a cavalo dizendo que tinham visto um urso há uns 20 minutos de onde estávamos. Como o lugar estava deserto, ficamos com medo e voltamos na mesma hora. Nem fotos do lugar eu tirei, mas também nem cheguei a ver nada legal lá. Pra quem gosta de trilhas acho que vale a pena se preparar pra caminhada, pois a vista lá de cima é bem bonita.

Foto do Google Street View

1 Comment

  1. […] Dirija pra Banff passando pela Highway 1A, ela é uma estrada paralela a estrada principal (TransCanada) e um pouco mais longa, mas a vista é bem mais bonita. Além disso, tem chances de ver ursos e outros animais silvestres no caminho. Infelizmente eu não vi nada, mas gostei da vista. […]

Deixe uma mensagem